Compartilhe

Notícias

Publicado em: 10 de fevereiro de 2023

Categorias: Notícias

CNT LANÇA GUIA INÉDITO COM RECOMENDAÇÕES PARA MOTORISTAS SOBRE SEGURANÇA NO TRÂNSITO

Fonte: Portal NTC

O trabalho detalha, pela primeira vez, as condições mais críticas da malha rodoviária em relação à segurança no trânsito

A Confederação Nacional do Transporte (CNT) acaba de lançar a publicação Viagem Segura – Guia CNT de Segurança nas Rodovias 2023, trabalho inédito que detalha as condições mais críticas da malha rodoviária em relação à segurança no trânsito. Pensado para alertar quem vai percorrer as rodovias nas próximas semanas, traz recomendações para que o motorista tenha uma condução mais eficiente. O guia visa colaborar para a redução das ocorrências de acidentes no país, cujo índice elevado tem graves impactos sociais e econômicos.

A imprudência ao conduzir e o desrespeito às regras de trânsito e à sinalização, associados a uma infraestrutura em mau estado de conservação, resultam em estatísticas preocupantes: a cada dia acontecem, em média, 176 acidentes e 15 mortes apenas nas rodovias federais do país.

A Confederação identificou os trechos rodoviários mais perigosos e os principais tipos e causas de acidentes, trazendo informações para o Brasil, suas regiões e para as 27 Unidades da Federação. Essa análise é realizada a partir dos resultados da Pesquisa CNT de Rodovias 2022 e dos dados de ocorrência disponibilizados pela Polícia Rodoviária Federal para os últimos 12 meses (novembro de 2021 a outubro de 2022).

Fatores dos acidentes – Os fatores que costumam influenciar no número de acidentes são o estado do veículo, o comportamento do motorista, as condições climáticas e as da rodovia, entre outros. Todavia, por vezes, os acidentes são causados por mais de um desses fatores. Um exemplo disso é quando o condutor, por estar distraído usando o celular ao dirigir, não percebe a tempo um ponto crítico à sua frente, como um buraco grande, e perde o controle do veículo, resultando em colisão ou saída de pista.

Recomendações CNT – Nesse contexto, é importante, antes de partir, planejar a viagem e fazer a manutenção do veículo. Na estrada, deve-se estar sempre atento à via e aos demais usuários, com especial cuidado em relação aos pedestres e ciclistas. As ultrapassagens devem sempre ser feitas em segurança, respeitando a sinalização. Exige-se atenção redobrada do motorista nos períodos noturno e de mau tempo, quando há piores condições de visibilidade. E, ainda, nos finais de semana e em feriados, quando os acidentes ocorrem em maior número.

É muito importante, também, fazer paradas periódicas para descanso em locais seguros e dar preferência a refeições leves, para não correr o risco de dormir ao volante. E nunca, sob qualquer hipótese, conduzir sob efeito de bebidas alcóolicas ou outras substâncias que alterem a percepção e o comportamento do motorista.

Acesse: Viagem Segura – Guia CNT de Segurança nas Rodovias 2023

Notícias Relacionadas

fonte: g1 veja pontos derrubados pela Corte: Ministros julgaram ação que questionou a Lei 13.103…
FONTE: PORTAL DO TRÂNSITO A falta de um planejamento sistêmico pode impactar no congestionamento de…
FONTE: Rodo Jacto Com os crescentes desafios da nossa era, os conhecimentos logísticos se tornam cada…
Fonte: INFOMONEY Pesquisador do IBGE diz que o setor de serviços foi impulsionado por um…
Fonte: Ecommerce Brasil Acompanhando as dificuldades enfrentadas pelo mundo nos últimos anos, o cenário empresarial…
Fonte: Bem Paraná As grandes empresas trabalham com seus setores em sinergia para que tudo…
Fonte: O Presente Rural Seja dentro ou fora do campo, a logística é uma das…
Fonte: Mundo Logística O 5G promete revolucionar a transmissão de dados digitais e os impactos…
Fonte: Porto Gente Em um cenário em que o atraso na entrega é a principal…
Fonte: Jornal do Comércio As empresas estão se preparando para aumentos mais acentuados nos preços…
Fonte: Mercado e Consumo Com a realização dos leilões de privatização do 5G no ano passado, o…
Fonte: Porto Gente A Logística é a espinha dorsal de qualquer economia e a força…