• 11.12.2020
  • Dicas

Conheça as 3 atividades da Logística de Distribuição

Conheça as 3 atividades da Logística de Distribuição

Fonte: Portogente

Logística de distribuição: O que é ?


A logística de distribuição é definida por Ballou como “um ramo da logística empresarial que está relacionada a movimentação, estocagem e processamento de pedidos dos produtos finais da empresa”.

Considerando os termos logísticos, a logística de distribuição pode representar a atividade mais importante para a maioria das empresas. Podemos dizer que o objetivo da logística da distribuição é a de levar o produto até o consumidor final, utilizando o tipo de serviço desejado, pelo menor custo.

Para que as empresas possam atender as demandas de entrega, de uma maneira mais precisa e rápida, é necessário investimento em infraestrutura, além de aperfeiçoar os processos da empresa.

Assim, podemos dizer que a logística de distribuição não pode ser considerada banal, já que quando a empresa começa a utilizar esse canal para aplicar valor ao seu produto (valorizar), fica entendido que a empresa deve atender as preferências e requisitos definidos pelo cliente, ao menor custo possível.

É necessário unir todos os participantes do processo, para que o objetivo e a atividade seja bem sucedida.

De acordo com um pensador, para se atingir o sucesso e eficiência da logística de distribuição, devemos considerar o nível de cooperação entre as empresas que estão envolvidas, já que a confiança e o fluxo constantes, são considerados determinantes para gerenciar o processo de distribuição e necessário para atender os requisitos definidos pelos clientes.

Com o equilíbrio entre qualidade, custo e capital investido, a empresa obtém uma maior possibilidade de diminuir custos.

Não podemos deixar de citar, que em um contexto geral há dois tipos de mercado, para planejar o sistema de distribuição, o primeiro podemos citar os clientes finais que compram em menor quantidade, o segundo mercado são considerados os intermediários, que são aqueles que compram em maior quantidade, com o objetivo de revender para o consumidor final ou para outros intermediários.

Logística de Distribuição: As atividades


Podemos considerar três atividades para a logística de distribuição, começando com:

Processamento de pedidos e informações: essa atividade é a que inicia o processo da logística de distribuição, e podemos considerá-la de extrema importância, para o início que é o planejamento.

Podemos dizer que as suas características são as atividades de coleta, verificação, a disseminação de informações com relação a vendas efetuadas, considerando assim o ponto de partida para atender os requisitos definidos pelos clientes.

Falando um pouco dos sistemas, o de processo de pedidos são projetados para interagir diretamente com os clientes, com o objetivo de elevar o nível e qualidade do serviço que foi oferecido.

Gestão de estoque e armazenagem: esta atividade está relacionada, busca por alternativas, ter a possibilidade de manter os produtos acabados disponíveis e atender as expectativas do cliente, com segurança.

Considerando que cada vez mais empresas estão optando pelo estoque mínimo, procuram fazer mais pedidos com uma menor quantidade, logo, elas esperam agilidade no fluxo de materiais, para reduzir cada vez, mais o tempo entre o recebimento e a entrega do pedido.

O seu objetivo principal é aumentar o desempenho na movimentação de mercadorias, que envolvem tarefas, que não ficam só na simples estocagem de curto e médio prazo, hoje em dia, se tem uma visão sistêmica, focada em melhorar a capacidade de resposta rápida e também de reduzir a necessidade de estoque das empresas.

Transporte: podemos considerar como uma das principais atividades da logística de distribuição, é estimado que as despesas logísticas, mesmo de empresas comuns, ficam em torno de 60% das despesas com logística da empresa.

Considerando o potencial competitivo dessa atividade, podemos dizer que muitas empresas estão aperfeiçoando seus serviços de transporte, logo, investindo em tecnologia da informação, para obter e otimizar o planejamento e controle da operação, além de procurar por soluções intermodais para reduzir os custos.

Logística de Distribuição: Impactos da Organização da Logística



A logística dentro da empresa deve sempre ser analisada como potencial para geração de vantagens competitivas, com a busca de uma integração logística, e as constantes mudanças nas exigências dos clientes, faz da logística um instrumento útil para o planejamento e coordenação nos fluxos de informações e materiais.

Já a logística de distribuição acompanha a dinâmica do negócio, e as exigências dos consumidores, alavanca a competitividade e o posicionamento de mercado. A lucratividade e competitividade de uma empresa, podem ser determinadas partindo do nível de especialização da produção e a movimentação de produtos.

É de responsabilidade da empresa, observar as mudanças tecnológicas e também as exigências dos clientes e usar essas informações para aperfeiçoar a flexibilidade, agilidade e sensibilidade ao mercado consumidor, logo, esses fatores são considerados responsáveis pela demanda de bens e serviços.

Logística de Distribuição: Sistema de Distribuição


Em uma das definições a logística de distribuição “está relacionada as transferências de produto entre a fábrica e os armazéns próprios ou de terceiros, seus estoques, os subsistemas de entrega urbana e interurbana de mercadorias e as demais atividades como movimentação interna, embalagem e transporte”.

A composição do sistema de distribuição, pode é definida por atividades primarias e suporte.

Para entender as o que são as atividades primarias, podemos dizer que são as atividades que estão relacionadas ao fluxo de produtos até o cliente, que inclui recebimento, armazenagem, operações, processamento de pedidos, e também a distribuição física.

As atividades de suporte, apoiam a atividade primaria, como suprimento e a previsão da infraestrutura do centro de distribuição.

Para explicar, podemos começar com o recebimento é a confirmação dos materiais, que após ser checado as suas condições físicas do produto e a nota fiscal, as tarefas que devem ser seguidas são; conferência fiscal, integração de dois sistemas de ordem de serviço, enviar para o local de estocagem, atendimento e a unitização das cargas.

Depois vem a armazenagem, que está relacionado ao processo de guardar e movimentar a carga dentro da empresa, considerando a localização do Centro de Distribuição e a escolha do mesmo, podemos dizer que é a parte mais importante e o que vai definir a eficiência e eficácia que terão impacto no desempenho da distribuição.

As operações são as atividades de execução nas instalações, que acontecem depois do recebimento dos materiais, que podemos definir como estocagem, administração dos pedidos e expedição.

Para a estocagem, podemos explicar como a tarefa que direciona a mercadoria para o local que será armazenada, a administração do pedido é o processamento e separação, expedição que é o deslocamento e embarque da mercadoria.

Para essa operação, as etapas realizadas são a conferência do que foi pedido com o produto que foi separado, emissão da documentação, a roteirização da entrega e o controle final.

Para a administração dos pedidos, podemos dizer que está relacionada ao processamento, que acontece com a separação e criação de um circuito lógico para a etapa de separação do pedido.

Com o recebimento da lista de separação das mercadorias, são emitidas etiquetas de identificação e após a devia identificação as mercadorias são deslocadas para a área de expedição ou consolidação.

Para finalizar podemos fazer da distribuição física que abrange o processo operacional e de controle como um todo, permitindo assim o deslocamento das mercadorias desde a fabricação até o momento que a mercadoria é entregue ao seu consumidor final.