• 30.10.2020
  • Dicas

Qual é a importância da tecnologia no controle logístico

Qual é a importância da tecnologia no controle logístico

Fonte: Inova.jor

A logística tem por objetivo básico atender a demanda do cliente entregando o produto certo, na hora certa e em plenas condições de uso.

Esse simples objetivo movimenta uma cadeia de ações envolvendo pessoas, tecnologia e processos em busca do encantamento do cliente final e de um serviço superior como diferencial competitivo.

É aí que se concentram os principais objetivos do bom gerenciamento logístico.

O fornecimento de serviços rápidos, precisos e de qualidade é responsabilidade desse setor.

Além de proporcionar excelência para o cliente, seu gerenciamento adequado maximiza a receita, aumenta a produtividade, traz boa reputação para a marca, gera mais negócios e reduz os custos.

Objetivos da logística

Não é de hoje que as empresas buscam agilidade em seus processos.

Desde os primórdios o ser humano busca melhoria contínua na performance do seu trabalho.

A globalização reduziu distâncias, melhorou a comunicação, disseminação da informação e abriu o mercado, tornando-o mais competitivo.

Em contrapartida, a transformação digital nos apresentou diversas soluções em tecnologia para que empresários de todos os tamanhos entrem nessa competição e consigam atender às expectativas dos novos modelos de consumidor, com a ampliação do seu espaço no mercado por meio não só de produtos, mas também serviços de qualidade.

Para se posicionar no mercado precisamos olhar com carinho para todas as partes do processo logístico desde a compra de matéria prima até a chegada do produto ao cliente, partes essas que podemos dividir em três grandes blocos de forma mais macro: abastecimento, armazenagem e distribuição.

Ferramentas tecnológicas

Para auxiliar na gestão desses setores visando todos os objetivos comentados acima, temos alguns sistemas interessantes disponíveis no mercado:

ERP – Enterprise Resource Planning (Planejamento de Recursos da Empresa)

Essa ferramenta integra as informações de todos os departamentos da empresa e tem uma série de funções administrativas, entre as principais estão a gestão financeira e contábil de toda a operação, com lançamentos, fluxo de caixa, faturamento, controle de recebíveis, contas a pagar e tributos.

Seu uso facilita o controle da saúde financeira da empresa aumentando também a dinâmica da troca de informações entre setores.

Geralmente é ele que vai gerar a demanda para ou outros sistemas e centralizar as informações deles.

WMS – Warehouse Management System (Sistema de Gerenciamento de Armazém/ Estoque)

Esse sistema proporciona uma melhor organização de estoque de matérias primas, produtos acabados com endereçamento de itens dentro do armazém.

Sua utilização facilita o planejamento de compras e produção, a separação e conferência de pedidos e diminui perdas e avarias, agilizando todas as atividades dentro do armazém.

TMS – Transportation Management System (Sistema de Gerenciamento de Transportes)

O TMS auxilia na gestão da distribuição e transporte com a gestão da frota, manutenção, agrupamento de carga, emissão de documentos fiscais e outras necessidades pertinentes ao transporte de produtos, facilitando o planejamento e controle de frota, e qualidade de atendimento da saída da central de distribuição até o cliente.

CRM – Customer Relationship Manager (Gerenciador de Relacionamento com o Cliente)

Focado no ciclo de vida do cliente dentro da empresa, o CRM nos traz o controle de atividades pertinentes a experiência do cliente como um todo, desde sua prospecção até a conclusão da venda com o recebimento da mercadoria ou serviço pelo cliente.

É baseado na teoria de funil de vendas e controle de atividades de cada fase, facilitando e melhorando o atendimento e a performance da equipe comercial, impactando na experiência do cliente e indicadores qualitativos e quantitativos de atendimento.

Todas essas soluções reduzem o tempo empregado nas funções, facilitam a troca de informações, agilizam processos e reduzem custos operacionais, aumentando o controle, a qualidade e a produtividade.

Elas podem ser utilizadas sozinhas ou combinadas de acordo com as principais necessidades da operação.

Você também pode adicionar outros tipos de ferramentas como chatbots, controle de chamados, helpcenter, formadores de carga em 3D, roteirizadores, dispositivos de telemetria, rastreamento e muitos outros.

Existem empresas que as disponibilizam por preços bem variados e compatíveis com o seu orçamento.

Um bom trabalho em sistemas interligados a operações logísticas reduz custos, trazendo vantagens e benefícios para as empresas.

Por isso, é importante ter em mente além do investimento necessário na implantação dessas facilidades o retorno do investimento que sua implantação trará para a operação.

A excelência na gestão logística é crucial para o desempenho das organizações e o sucesso das operações.

Não é relevante o porte da empresa: todas precisam ter um ótimo planejamento para evitar insatisfações e custos desnecessários.