• 07.08.2020
  • Dicas

Torre de Controle Logístico: por que considerar implementar na sua empresa?

Torre de Controle Logístico: por que considerar implementar na sua empresa?

Fonte : Intelipost

A dinâmica da economia exige que empresas dos mais variados setores trabalhem com soluções rápidas e precisas para que tenham condições de permanecer no share do mercado.

A partir dessa demanda surge a necessidade do uso de tecnologias inteligentes que auxiliem no monitoramento de processos. Quando falamos de logística, esse acompanhamento tem se tornado um dos principais diferenciais competitivos, aliado ao oferecimento de uma experiência de compra eficiente.

No cenário dos transportes de carga, uma tecnologia que atende esse requisito e está ajudando a proporcionar melhores resultados e satisfação dos clientes é a Torre de Controle Logístico.

 

Afinal, o que é uma Torre de Controle Logístico?

Tendo como objetivo obter o nível mais alto de eficiência, a Torre de Controle Logístico consiste na criação de uma central de integração, que auxilia na união de todas as informações necessárias para o gerenciamento dos processos logísticos.

Dessa torre, a equipe tem uma visão completa do que está acontecendo em tempo real. Todos os processos são monitorados, possibilitando que algumas tarefas sejam realizadas com mais precisão, como:

  • planejamento das demandas — do que deve ser coletado, quando, onde e em qual quantidade;
  • acompanhamento de cada etapa em tempo real;
  • controle de cada atividade;
  • resolução rápida de eventuais problemas.

Esse método é fundamental, principalmente para aquelas empresas que têm uma cadeia de suprimentos global, que tendem a apresentar maior complexidade de gerenciamento.

Todas essas informações geradas e processadas pela torre de controle funcionarão como base para as tomadas de decisão. Com isso, os gestores identificam o problema e conseguem, de forma ágil, determinar sua fonte e decidir como resolvê-lo.

 

Características da Torre de Controle Logístico

Para que funcione de maneira adequada, uma torre de controle logístico deve operar a partir de três pilares: a tecnologia, as pessoas e os processos, detalhados a seguir:

 

Tecnologia

Soluções tecnológicas devem ser implementadas para dar suporte ao processamento de informações. Podemos citar a aplicação do ERP, TMS, sistemas de rastreamento e de comunicação com o motorista, todas com a finalidade de proporcionar uma visão em tempo real das operações.

 

Pessoas

São as responsáveis pela análise crítica e tomada de decisão a partir das informações e relatórios gerados pelas ferramentas tecnológicas. Além disso, são encarregadas de criar as estratégias de atuação e das soluções de problemas.

 

Processos

É o foco de onde a torre vai operar. É possível atender diversos processos, como o planejamento logístico, pagamento de faturas, auditoria de fretes, cotações, análise da eficiência de entrega, acompanhamento das cargas.

A integração é um dos pontos principais de uma torre de controle. Tendo a visão total da operação, fica mais fácil para a equipe evidenciar os gaps e conseguir solucionar problemas rapidamente.

Além dos pilares, algumas características devem ser preservadas para que o controle seja eficiente — por exemplo, o alinhamento de metas, automação, padronização de processos e o acompanhamento de métricas.

 

Implementando uma Torre de controle Logístico: por onde começar?

A organização e conhecimento da operação são dois pontos essenciais para a implementação de uma Torre de Controle Logístico. Logo, o primeiro passo é buscar entender como cada processo funciona, quais são os parâmetros atuais, lead time de entregas e recursos disponíveis.

Conhecendo a situação atual, é preciso saber qual o objetivo do negócio e onde se quer chegar. Quais são as tecnologias necessárias, quantas pessoas devem ser contratadas, quais treinamentos são necessários, por exemplo.

É claro que, para facilitar a vida das empresas, existem muitos negócios especializados no assunto que podem auxiliar na tarefa de implementar uma torre de controle. Eles terão a expertise de dizer o que você precisa e o que é dispensável, diante da expectativa que será apresentada a ele.

 

Principais KPI’s de monitoramento

Para que o controle seja efetivo e os gestores tenham visão de todos os detalhes da operação, é essencial que indicadores de monitoramento sejam implementados para que os resultados possam ser observados.

Cada empresa trabalha de uma forma, mas, é fundamental que alguns pontos sejam observados. Selecionamos alguns KPI’s que você pode acompanhar:

  • tempo de entrega e coleta;
  • total de tempo do veículo parado em trânsito e no pátio;
  • quantidade de veículos em processo de carregamento ou descarregamento;
  • total de veículos carregados;
  • otimização dos veículos a cada transporte;
  • veículos próximos à sede da empresa;
  • total de atrasos e seus respectivos motivos.

Assim, a equipe saberá quais cargas estão sendo movimentadas, quantos veículos ociosos têm no pátio e qual a porcentagem de otimização a cada transporte feito, quantos caminhões estão disponíveis para as próximas coletas, dentre diversas outras visões necessárias para o bom funcionamento da cadeia de suprimentos.

Com isso, a empresa mapeará sua eficiência e terá uma ideia de quanto essa operação está custando e o que pode ser feito para que custos sejam reduzidos.

 

Quais os principais benefícios da Torre de Controle Logístico?

A implementação da torre de controle traz diversos benefícios para as empresas, principalmente as de grande volume. Aqui listamos os principais.

 

Monitoramento em tempo real

Saber a situação das suas entregas em tempo real permite que a equipe solucione qualquer problema de forma rápida, diminuindo possíveis insatisfações do consumidor. Além disso, é importante manter o cliente a par dessas informações.

 

Redução de custos operacionais

Ao ter uma visão holística da operação, a otimização torna-se algo natural. É possível entender melhor as rotas e aproveitar veículos para outras entregas, organizar de forma mais coesa as coletas para que o caminhão não rode com espaço ocioso.

 

Diferencial competitivo

O embarcador é responsável pela entrega de um produto sem avarias e dentro do prazo estipulado. O diferencial que uma torre de controle irá fornecer ao embarcador é a capacidade de tomar ações preditivas e corretivas, antes que um problema possa afetar o cliente, mostrando que sua empresa tem uma excelente performance, seja qual for o destino.

 

Rapidez na tomada de decisão

Geralmente a tomada de decisão é burocrática dentro das empresas. É preciso levantar os dados e fazer intermináveis reuniões para que todos os gestores tenham entendimento do tema e possam definir a ação necessária.

Uma torre de controle entrega a resposta que eles precisam com rapidez, permitindo que a análise seja feita de forma ágil, principalmente aquelas relacionadas a fatores mais críticos na operação.

Como vimos, a Torre de Controle Logístico abrange diversos fatores que, quando funcionam de forma integrada geram melhores resultados para a operação. É a junção de diversas tecnologias inteligentes, uma equipe bem treinada e de gestores que se preocupam em acompanhar cada processo. A união desses fatores traz maior eficiência e segurança para a operação de transporte.